Make your own free website on Tripod.com
Sao Sergio - O Construtor | Papa - Oracao | Sao Sergio - Eremita martir | Sergio na Biblia
Sao Sergio

São Sergio

Em 1314, o casal de nobres Cyril e Maria Rostov tiveram um filho que recebeu o nome de Bartolomeu e que mais tarde, ao entrar para o monasterio e ser ordenado, teve seu nome trocado para Sergio. Segundo a tradicao, Bartolomeu estava sempre defasado em relacao a seus irmaos no estudo das letras, e uma vez, ao ser severamente censurado por seu professor e seus pais, por aquilo que eles julgavam como preguica, ele, desolado, fugiu para os campos.

La, inesperadamente, encontrou a entrada da floresta, um velho sabio, a quem confessou sua grande tristeza. O velho eremita ajoelhou-se com ele em prece e abencoou-o. A partir de entao, Bartolomeu se tornou bem sucedido nos estudos. Ele reverentemente pediu ao sabio homem que fosse ate sua casa e la, o anciao_ ate entao desconhecido de todos e que nunca mais seria visto apos aquele dia _ profetizou aos pais do menino que este se tornaria um grande instrutor espiritual, em nome da Santissima trindade e que ele atrairia muitos seguidores para o entendimento da Sabedoria divina.

Desde esta visita, Bartolomeu progrediu nos estudos. Ele ansiava por se ligar a um dos monasterios, que naqueles tempos eram os unicos lugares para se obter conhecimento, onde um homem poderia aprender a revelar a sabedoria de Deus dentro de si mesmo. Porem seu irmao ja estava num mosteiro, entao ele teve de ficar em casa com seus pais ate a idade de 23 anos. Quando seus pais morreram, ele doou tudo o que eles tinham e foi se juntar a seu irmao no mosteiro. Mas, o coracao ardente do jovem buscador da verdade nao estava satisfeito com aquela vida e decidiu ir para uma floresta selvagem, em um eremiterio. Ele convenceu seu irmao a ir com ele e construiram uma capelinha a mais ou menos 20 milhas de Radonega, na floresta de Makovetz. Esta capela tao encantadoramente visualizada por Nicholas Roerich em sua famosa pintura Sao Sergio, O Construtor tornou-se a base de centros de educacao espiritual fundados por toda a Russia.

As durezas da vida na floresta foram, entretanto, demais para seu irmao e ele entao logo retornou. Aqui comecaram os anos de absoluta solidao, pois Bartolomeu foi visitado muito raramente e somente por um velho sacerdote, Mitrofan, que posteriormente o ordenou monge e deu-lhe o nome de Sergio. Durante esses anos dificeis, atraves da paciencia, fortaleza e da rejeicao ao medo, Sergio transformou em cristal seu puro, ativo e poderoso espirito, que mais tarde o levou a consumacao de suas heroicas realizacoes. Nas regioes selvagens ele teve de lutar contra a fome, a depressao do espirito, o medo de animais selvagens e as forcas invisiveis das trevas. Segundo os Anais de Nikonov, Sergio perdeu ate o medo dos ursos reis das florestas selvagens da Russia. Certa vez, vendo um imenso urso que se aproximava, com fome, de sua choupana, ele o alimentou com os restos de sua propria e escassa comida, e este urso tornou-se um amigo que o visitava pacificamente de vez em quando.

Entao, em total solitude, os primeiros milagres aconteceram. Registrou-se que uma vez, enquanto lia sobre a vida da Mae de Cristo, sua lampada a oleo apagou-se e Sergio estava tao imbuido da forca de seu espirito que o livro irradiava uma luz celestial e ele pode entao ler. As noticias sobre o grande eremita se espalham pelo pais e logo os primeiros peregrinos comecam a aparecer, desejando imitar sua vida e pedindo ser aceitos como discipulos.

A comunidade cresceu rapidamente. No inicio havia uma escassez de tudo. Eles vivem como pobres orfaos, relatou um campones que visitara a comunidade. E, no meio desta vida dificil, Sergio era, ele proprio, a verdadeira encarnacao do mandamento de Cristo, que determinara:

Aquele dentre vos que quiser ser o primeiro, seja um servo de todos.(Marcos,10,44)

Sergio estava sempre vigilante, um professor observador, que vigiava e ajudava continuamente cada um de seus irmaos, especialmente os neofitos. Apesar de sua ternura, ele nunca permitia qualquer desvio das regras estabelecidas. A disciplina severa que ele introduzira, demandava dos discipulos uma constante vigilancia e observacao das palavras, acoes e pensamentos. Tal disciplina fez daquela comunidade uma organizacao educacional que produziu homens valorosos, destemidos, treinados no auto-esquecimento, livres de desejos egoistas, tornando-se assim cooperadores do bem comum e criadores de uma nova consciencia para a nacao.

A comunidade, muito respeitada e amada por toda a vizinhanca, logo recebeu doacoes e ate grandes herancas, tendo assim se expandido grandemente. Todavia, embora a comunidade ja nao mais passasse privacoes, Sergio ainda continuou a levar uma vida o mais simples possivel, jejuando frequentemente e usando os tecidos mais rusticos. Seus sermoes eram sempre curtos, cheios de energia e convincentes. Em seu ensino ele atribuia a maior importancia ao trabalho ativo. Ele proprio conhecia o valor interior desse trabalho e portanto via o trabalho como condicao e meio para a realizacao espiritual. Sabia por sua propria experiencia que, pelo aperfeicoamento da qualidade do trabalho, o mais elevado podia ser atingido, ao passo que a preguica, a indolencia e o descanso nao levariam a lugar nenhum quaisquer que fossem as aspiracoes espirituais pois no ultimo caso, elas simplesmente permanecem intencoes e nao se tornam realidade. Assim, na pessoa de Sergio, a comunidade inteira tinha um exemplo real de um verdadeiro lider, que estabelecia bases firmes de cooperacao verdadeira.

A Comunidade da Santissima trindade (como foi chamada) cresceu e prosperou. Ao mesmo tempo Sergio iniciou a grande tarefa de disseminar esta forma de construtiva educacao espiritual atraves de mosteiros ativos em todo o mundo. Ele enviou seus discipulos para inaugurar novos centros, o que trouxe vida nova e forca as atormentadas pessoas que se assustavam e temiam ate o nome dos tartaros. Sabe-se que Sergio e seus discipulos mais proximos fundaram mais de 40 mosteiros deste tipo. Esse numero aumentou para uma centena, com os discipulos que os seguiram, mais tarde.

Em 1337, Alexis, o Arcebispo, que estava em avancada idade, desejou conferir a Sergio o mais alto posto da Igreja em seu pais o Arcebispado. Porem, ele nao o aceitou, dizendo: Por favor, perdoe-me, Senhor, mas desde a infancia, nunca fui afeito a riqueza ou gloria, e me convem entao permanecer na mesma pobreza. Eu sei disso, replicou o Arcebispo Alexis, mas, convem tambem a ti manifestar obediencia e, portanto, aceitar este posto, com minha bencao. Ele colocou a santa cruz sobre Sergio. Mas este se manteve inflexivel e decidiu continuar seu trabalho de sacrificio, que ele iniciara. Ha uma linda passagem sobre este episodio de sua vida em O Livro do Sacrificio, que faz parte de Folhas do Jardim de Morya:

Atraves de que poder seras afirmado?
Como realizaras o cumprimento de Nosso trabalho?
Pelo Poder dado por nos.
Deverei falar de Poder quando toda insensatez, toda
Ignorancia, toda vaidade se esforcam pelo poder?
Mas Eu digo e atesto, Nosso Poder e diferente.
Nosso Poder e sacrificio!

Quando Sergio de Radonega declinou do trono do Metropolita,
Quando ele estava aprendendo a conversar com os animais,
Ele ainda permaneceu para construir monasterios,
E manteve ao seu redor seus discipulos.

Sabendo em que esta a realizacao espiritual,
Sabendo que o poder e sacrificio,
Enquanto afirmas a vitoria, diras:
Senhor, que este calice se afaste de mim.
Entao ja tens o direito de criar,
E teu espirito ja e inconquistavel.
(Livro um, 353)

A maior de todas as virtudes humanas o sacrificio foi o traco fundamental do carater de Sergio. Ele viveu e trabalhou somente para o bem-estar espiritual daqueles que lutavam para melhorar.

Sergio faleceu em 25 de setembro de 1392, aos 78 anos de idade, grandemente venerado por todos. Milagres continuaram a ser atribuidos a seu espirito, mesmo agora, pois tem havido inumeros casos de visoes nos quais ele aparece para aconselhar e guiar seu povo.

fonte: (Condensado de um artigo escrito pelo secretario particular de Nicholas Roerich e publicado no exemplar de junho/julho de 1935, da revista New Dawn, em Hyderabad, India.)



SiteMeter by Banner-Link!